Lã de Vidro ou Lã de Rocha: onde usar?

Lã de Vidro ou Lã de Rocha: onde usar?

 

 

Isolante térmico. Absorção acústica. Mais conforto para o seu lar. Essas são apenas algumas das vantagens de investir em mantas acústicas.

Embora o revestimento pareça um processo padronizado, há diversos produtos dessa categoria no mercado. Os consumidores geralmente ficam em dúvida na hora da compra, principalmente entre a lã de vidro ou a lã de rocha.

O isolamento indicado pode variar de acordo com o projeto. Por isso, lembre-se: sempre consulte um profissional!

Afinal, qual a diferença entre a Lã de Vidro e a Lã de Rocha?

Tanto a lã de vidro quanto a lã de rocha são indicadas para o isolamento térmico e acústico, seja em casas, apartamentos, empresas e indústrias.

Apesar da semelhança em garantir ambientes mais silenciosos e com temperatura estável, cada uma delas possui características próprias. Continue lendo para ficar por dentro!

 

Lã de Vidro

Famosa pela sua eficiência termoacústica no mundo inteiro devido à leveza e ao fácil manuseio, ela conserva a temperatura correta do espaço e evita incêndios.

Por isso, a lã de vidro é a mais utilizada no mundo! Ela é leve, sustentável (fabricação com material reciclável de até 60%), fácil de aplicar e resistente a insetos e umidade. A produção acontece em altas temperaturas e envolve fibra de vidro e areia.

Falando em nível global, vamos apresentar uma parceira parceira da GypCenter que é líder global em materiais para isolamento térmico: A Isover é a única marca nacional do segmento com EPD (Environmental Product Declarations), uma declaração ambiental internacional que reflete o cuidado com a extração, com o processamento de matéria-prima etc. 

Além de não deteriorar e nem apodrecer, possui excelente desempenho para neutralizar médias frequências, como por exemplo a voz humana.

Apesar de suportar temperaturas até 45°C quando associado a produtos resinados e 450°C com produtos sem resina, não é aconselhado utilizar a lã de vidro sozinha para a prevenção de incêndios. Por isso, a combinação com outros materiais é necessária em alguns casos, como por exemplo a lã de rocha.

Saiba mais sobre mitos e verdades da lã de vidro neste link.

Lã de Rocha

Só pelo nome, já dá para imaginar a textura!

Potente e altamente resistente, possui alta performance na proteção contra o fogo, principalmente em indústrias

A lã de rocha pode suportar temperaturas extremas (-200°C até 750°C), tratando-se de uma opção perfeita para ambientes propícios a incêndios. Além disso, ela não apodrece, possui baixa condutividade térmica e é quimicamente neutra.

Ela é feita a partir de fibras minerais de rochas vulcânicas fundidas a 1500°C. Também é resistente à água, vibrações e é ideal para neutralizar baixas frequências (sons graves). Pode ser rígida ou flexível, dando origem a materiais como porta corta-fogo, tubos, entre outros.

 

 

Conclusão

Você já deve imaginar qual a ideal para o seu projeto, não é?

Mesmo assim, vamos esclarecer alguns fatos… A pergunta que não quer calar é “Lã de Vidro ou Lã de Rocha: onde usar?”

Enquanto a lã de vidro é perfeita para ambientes com pessoas (residencial e comercial), a lã de rocha é ideal para áreas maiores e com ruídos mais altos, como por exemplo indústrias.

Em relação à resistência ao fogo, a lã de rocha é mais resistente pois suporta temperaturas mais extremas. 

Para uso no sistema drywall, a lã de vidro é a mais utilizada pois é mais leve e menos densa.

 

Sobrou alguma dúvida? Entre em contato com a nossa equipe por aqui.

 

Deixe uma resposta