Como realizar tratamento de juntas de drywall

Você sabe como escolher adequadamente os materiais para rejuntar a sua parede de drywall? Te mostramos como: 

Tratamento de juntas de drywall
Tratamento de juntas de drywall

Primeiramente, realizar tratamento de juntas de drywall nada mais é do que fazer o preenchimento do espaço entre uma chapa e outra. Basicamente existem dois tipos: os de bordas rebaixadas e os de topo. 

Antes de mais nada, é preciso separar os equipamentos que serão utilizados, tais como massa, fita e espátula. Este último será o responsável por dar uniformidade ao acabamento. 

Em seguida, separe todos com bastante cuidado e inicie o processo de acabamento. É válido ressaltar que, em hipótese alguma, deve-se utilizar gesso em pó, pois não possui elasticidade e, ao secar, surgirão trincas.  

Ainda, há a necessidade de realizar a abertura com o intuito de aumentar a área de contato da massa com a chapa. 

Além disso, nunca utilize fitas teladas no tratamento, pois, após vários testes, verificou-se que provoca trincas, bolhas, rachaduras, fissuras, descascamentos, dentre outras patologias.  

Aplicando o tratamento

Primeiro, aplique uma camada de massa para juntas sobre a região. Depois, marque o eixo da junta com ajuda de uma espátula metálica. Em seguida, coloque a fita de papel micro perfurado ou microporoso sobre a base da junta, pressionando-a para eliminar o excesso de massa.

Depois disso, cubra-a com uma camada fina de massa para que ela não se desprenda. Além do mais, fiquei atento para a secagem completa desta primeira demão, já que é necessário aguardar pelo menos 24 horas. Este período varia de acordo com as condições de umidade. 

Depois de seca, deve-se aplicar uma segunda demão de massa. Feito isso, aguarde mais 24 horas para que seque completamente.  

O próximo passo é lixar a superfície das juntas, deixando-a no mesmo nível da chapa. Observe atentamente se há alguma imperfeição no tratamento delas. Caso haja, deve-se aplicar outra demão de massa.

Por fim, antes da pintura, a região das juntas e dos parafusos deverá ser lixada com lixa envolta em taco de madeira ou até mesmo outro elemento de base plana, para eliminar rebarbas e ondulações. 

Dessa forma, todas as etapas devem ser feitas com total atenção, observando-se a utilização de materiais adequados. Assim, evita-se rachaduras e fissuras que possam danificar a sua construção. 

Saiba mais no nosso post sobre acabamento em drywall 5 dicas para acabamento em Drywall

Finalizando o tratamento 

Ao final de todo o processo, é necessário observar a disposição dos materiais (massa, fita, massa). Faça sempre nessa ordem, para que futuros problemas com desgaste e má disposição dos materiais não aconteçam na sua construção.

Por fim, é importante reforçar que é fundamental utilizar o estilete de maneira para que seja possível fazer um leve chanfrado em ambas as bordas. Ainda, é preciso umedecer a área com um pincel molhado com a mesma finalidade.

Agora você já sabe como tratar as juntas da sua construção em drywall. Para mais informações, acesse o nosso Instagram e continue acompanhando o nosso blog: https://www.gypcenter.com.br/blog/.

Deixe uma resposta