Como fazer instalação hidrossanitária em Drywall

Pode colocar Drywall em ambientes úmidos? Sim! Se você precisa construir ou reformar um banheiro, veja a seguir as dicas da GypCenter sobre como fazer instalação hidrossanitária em Drywall.

Como fazer instalação hidrossanitária em Drywall

Furos para passagem dos tubos

Geralmente, as instalações hidrossanitárias possuem tubos maiores do que instalações elétricas, por exemplo. Para possibilitar a passagem da tubulação, é preciso fazer furos nos montantes. Essa técnica é realizada com o que chamamos de parede hidráulicas, com uma estrutura metálica dupla e mais afastada do que em paredes comuns.

Fixação dos registros

Em seguida, é preciso fazer a fixação dos registros. Nesse sentido, é recomendado fixar os registros em travessas que tenham o tamanho das modulações do sistema Drywall (400mm e 600mm), e a saída do chuveiro também deve ser fixada em travessas apropriadas.

As travessas são fixadas nos perfis com parafusos do tipo metal-metal, e além disso, a fim de proporcionar uma maior estabilidade à instalação, também são usados uma braçadeira e um pedaço de guia como apoio. Essa fixação é muito importante por conta das vibrações que podem ocorrer durante o uso do sistema hidrossanitário e, portanto, deve ser feita de forma correta.

Fixação das saídas das instalações

Além dos registros, também é preciso fixar as saídas das instalações em travessas apropriadas, e para essa fixação, é recomendada a utilização de suporte de carga. Os furos são feitos com uma serra copo, no tamanho exato, e o suporte é fixado na estrutura do Drywall com parafusos metal.

Fixação das chapas

Por fim, depois de toda a instalação concluída, é feito o chapeamento. As posições dos registros e das saídas das instalações hidrossanitárias são marcadas nas placas e os furos são feitos com uma serra copo.

Veja nossas 5 dicas para acabamento em Drywall para saber melhor sobre como realizar esse processo.

Então, agora você já sabe como fazer instalação hidrossanitária em Drywall. Para mais informações, acesse o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=SHWdH4KgBoM e continue acompanhando o blog da GypCenter.

Deixe uma resposta